9 de set de 2013

BIKE OU MOTO?

Da Croácia, um veículo "bifásico" que pode facilitar a vida nas grandes cidades

"Uma bicicleta quando você quer, uma moto quando você precisa." 
Com esse slogan, foi lançada a Greyp G12, uma bicicleta-moto (ou moto-bicicleta, como você preferir) que poderia resolver o problema de transporte nas grandes cidades brasileiras.

Com um motor elétrico situado na traseira, ela pode atingir a velocidade máxima de 65 km/h  e ainda percorrer 120 km com apenas uma carga de bateria.



Você pode alternar o modo "elétrico" (moto) ou pedal (bike) com um simples toque de dedo no painel - que aliás, é bem bonito e funcional,  com todas as informações disponíveis sempre à mão. Abaixo do painel, há um sensor de reconhecimento biométrico 
onde você poderá armazenar as digitais dos dedos do modo street  e speed, dispensando o uso de chaves e também tornando muito mais difícil o seu furto. O leitor tem capacidade para armazenar as digitais de 50 pessoas - ou seja, sua família inteira poderá pilotar sua Greyp G12 sem problema.

A bateria é de nanofosfato de lítio e possui carga rápida: em 80 minutos é capaz de ser recarregada em uma tomada 220V. O fabricante garante que sua durabilidade é de aproximadamente 3.000 recargas. A bateria também é recarregada quando se usa os freios do modo "bike".

Com potência ajustável, ela pode passar pelas especificações de vários países (alguns só permitem que esse tipo de veículo atinja 25 km/h).

Pesando apenas 49 kg, seu único problema é o preço: custando 3.500 euros (cerca de R$10.590), fica difícil tentar ser ecológico e adquirir uma. Mas fica aqui a dica: quem sabe teremos veículos parecidos a um custo melhor circulando por aqui!




Categories:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são livres, porém as regras de boa conduta online se aplicam: ofensas e spans serão excluídos.