10 de set de 2013

PERIGO: A 250 KM/H SEM CAPACETE

Não tente isso nas ruas! Não coloque sua vida em risco!

Veja o que acontece quando se pilota uma motocicleta em alta velocidade sem capacete!


O piloto está cometendo várias infrações, além de colocar em risco sua vida: está em alta velocidade (a 250 km/h em uma Suzuki GSX) de camiseta regata, sem capacete... Imagine
o que poderia acontecer com ele em uma queda!

Este video serve de advertência para aqueles que ainda insistem em achar que equipamento de segurança para motociclista é um "saco". Entre a pequena distância entre usar ou não o equipamento, pode estar a sua vida. Andar de motocicleta é muito bom — equipado, melhor ainda!


9 de set de 2013

HARLEY 500 2014 - UMA REALIDADE

Harley 500cc flagrada em teste

Por ocasião das comemorações do 110º aniversário da marca Harley-Davidson, Matthew Levatich, seu Diretor de Operações, lançou vários "rumores" : que em breve veríamos uma H-D elétrica e que uma  motocicleta 500cc já estava em fase final de testes. E mais: que ela poderia ser fabricada na Índia ou aqui mesmo no Brasil.

Bem, pelo menos um desses rumores parece estar confirmado: segundo o fórum Indian Team-BHP, esta é a primeira foto da H-D 500cc sendo testada:


Parece que o diretor Levatich não mentiu quando disse que a motocicleta seria baixa. Só não dá ainda para saber se ela é ágil e leve como ele disse. A foto não revela muito, já que está bem camuflada.

Todos nós teremos que aguardar e esperar por novidades quentes de Milwaukee para o próximo ano.

BIKE OU MOTO?

Da Croácia, um veículo "bifásico" que pode facilitar a vida nas grandes cidades

"Uma bicicleta quando você quer, uma moto quando você precisa." 
Com esse slogan, foi lançada a Greyp G12, uma bicicleta-moto (ou moto-bicicleta, como você preferir) que poderia resolver o problema de transporte nas grandes cidades brasileiras.

Com um motor elétrico situado na traseira, ela pode atingir a velocidade máxima de 65 km/h  e ainda percorrer 120 km com apenas uma carga de bateria.



Você pode alternar o modo "elétrico" (moto) ou pedal (bike) com um simples toque de dedo no painel - que aliás, é bem bonito e funcional,  com todas as informações disponíveis sempre à mão. Abaixo do painel, há um sensor de reconhecimento biométrico 
onde você poderá armazenar as digitais dos dedos do modo street  e speed, dispensando o uso de chaves e também tornando muito mais difícil o seu furto. O leitor tem capacidade para armazenar as digitais de 50 pessoas - ou seja, sua família inteira poderá pilotar sua Greyp G12 sem problema.

A bateria é de nanofosfato de lítio e possui carga rápida: em 80 minutos é capaz de ser recarregada em uma tomada 220V. O fabricante garante que sua durabilidade é de aproximadamente 3.000 recargas. A bateria também é recarregada quando se usa os freios do modo "bike".

Com potência ajustável, ela pode passar pelas especificações de vários países (alguns só permitem que esse tipo de veículo atinja 25 km/h).

Pesando apenas 49 kg, seu único problema é o preço: custando 3.500 euros (cerca de R$10.590), fica difícil tentar ser ecológico e adquirir uma. Mas fica aqui a dica: quem sabe teremos veículos parecidos a um custo melhor circulando por aqui!